Mailbox, o que é isso??

fevereiro 8, 2013

Recentemente o que não falta são comentários em relação ao novo cliente de email lançada na App Store. Não sei bem se todos estão falando nisso por falta de assuntou ou se devemos realmente rever como anda nossa cultura em relação aos aplicativos que utilizados para ler emails em nossos smartphones.

Imagem

A verdade é que o Mailbox veio com um proposta interessante. Ele promete organizar de uma maneira fácil e intuitiva todos os nossos e-mails. Finalmente uma maneira rápida e fácil em gerenciar spams e outras mensagens indesejadas. Com poucos cliques já é possível realizar essa manobra. É notável a dificuldade para realizar algumas tarefas simples no app padrão de email do iOS. O Mailbox vai muito além de simplesmente realizar separações em relação a amigos “VIPs”.

De maneiras muito simples você pode inclusive alterar a ordem de leitura de seus emails, isso é praticamente impossível no app padrão do iOS, mas o recurso que ganhou destaque da blogosfera está relacionado a possibilidade de selecionar emails que serão lidos em outro dia escolhido por você. Por exemplo, imagine que você recebeu um email sobre a compra de sua seguradora ou corretora de imóveis, mas devido a uma questão de prioridades você determina que é importante ver esse email somente amanhã ou em dias específicos relacionados ao vencimento do aluguel, basta alguns cliques e pronto, com uma interface muito fácil e amigável seu email foi transferido para um compartimento especial.

Se você tem interesse, o app é distribuído de graça na App Store, o problema será enfrentar os mais de 250,000 (e crescendo….) interessados em receber o código de liberação do aplicativo.

Veja o vídeo de promoção do aplicativo:

Anúncios

Apple oferece programação do iTunes a emissoras de TV

novembro 3, 2009

Fonte: Geek

A Apple fabrica o Apple TV, que é uma central doméstica de mídia, e não um receptor de TV. Mas, ao que parece, a empresa quer mesmo entrar no setor de televisão, e não só com um receptor, mas também como uma emissora. Pelo menos é o que afirmam as fontes de Peter Kafka, do site All Things Digital.

Segundo as informações de Peter, a Apple estaria tentando convencer as principais emissoras de TV a oferecer conteúdo via streaming por US$ 30 mensais.

A matéria afirma ainda que o serviço oferecido não seria limitado a nenhum tipo de hardware (ou seja, não funcionaria apenas pelo Apple TV), mas seria distribuído através da iTunes Store, ou seja, poderia ser assistido em PCs, Macs, iPhones e iPods.

A única pedra no caminho são os altos lucros oferecidos pela publicidade paga da TV tradicional, o que poderia esfriar o interesse das emissoras em relação à proposta da Apple. Mas essa receita vem caindo assustadoramente, principalmente com a crise mundial deste ano. Curiosamente, parte da queda deve-se a um aumento da oferta de serviços de transmissão online (categoria na qual a iTunes Store se encaixa) nesse mercado, portanto o campo de jogo pode estar mais nivelado num futuro próximo.

Vale lembrar que Steve Jobs já é sócio de outra empresa, gigante do setor de entretenimento: o conglomerado Disney/Pixar/Marvel.


Novas imagens do iTunes 9

agosto 19, 2009

Depois de algumas imagens divulgadas pelo Boy Genius, agora surgiram imagens menos Fakes, ou mais bem feitas do que pode ser a versão 9 do iTunes.

Algumas imagens podem comprovar a questão de integração com o serviço de redes sociais. Na barra lateral podemos ver um ícone do facebook.

Confirmando essa integração, a imagem a seguir mostra um atualização mostrando a música que está sendo reproduzida pelo iTunes.

Outra imagem demonstra uma possível sincronização com um tocador de MP3 diferente do iPod da Apple. Na imagem, trata-se de um tocador da Samsung.


Ataque direto! “One costs a lot and One costs a Little”.

maio 12, 2009

Além da campanha publicitária “LapTop Hunters”, a Microsoft agora utiliza mais um golpe de ataque à Apple. Devido ao sucesso do iTunes, o Tio Bill resolve criar um serviço semelhante e em um vídeo bem humorado a Microsoft compara os dois serviços: iTunes e Zune Pass.

Pouco difundido, o Zune Pass oferece uma gama de serviços semelhantes aos do iTunes. Primeiro a venda de músicas. Mas tem uma diferença, o Pass possibilita a compra de um número ilimitado de músicas, basta pagar um taxa mensal (US$14,99) pelo serviço. Já com o iTunes, você compra individualmente cada música.

Novamente a Microsoft apela para comparação de preços. Agora demonstra que para gravar 120GB de músicas nos mais recentes iPods, seriam necessários 30 mil dólares. Já no Pass, uma única mensalidade. Muito simples: “One costs a lot and one costs a little”.

Vejam:


História do iTunes

maio 12, 2009

Um novo vídeo voltado para o Mundo Geek está solto na web. De uma maneira bem “Apple”, o vídeo mostra o histórico completo de interface, aprimoramentos e serviços de um dos mais revolucionários serviços de venda online de músicas e vídeos. Trata-se do iTunes. Confiram:


Programa baixa músicas pelo iTunes

abril 26, 2009

Enquanto a indústria do entretenimento tenta (e não consegue) conter a pirataria, a tecnologia dá um passo à frente. Esqueça o BitTorrent, o Rapidshare, etc … Agora existe um software que permite baixar músicas direto pelo iTunes! Ele se chama Mojo, e é muito fácil de usar. Você instala o programa, que roda em PC e Mac, e adiciona os seus amigos (que também precisam estar rodando o Mojo). E pronto: pode baixar qualquer música deles e vice-versa, e também dá pra ouvir tudo no iPod ou qualquer outro toca-mp3. E como se trata de uma rede fechada, em que só entram amigos, não dá para investigar nem processar ninguém. Muito bom hem 😀