Facebook precisa de um “Hit”!

setembro 22, 2011

Em relação ao lucro e a quantidade de usuários que estão inseridos e sendo inseridos com o passar do tempo, Mark Zuckerberg não precisa se preocupar. Com mais de 750 milhões de usuário, e com estimativas de lucros de 4 bilhões, maioria vindo de anúncios, financeiramente o facebook continua bem forte. O que quero dizer é outra coisa. Baseado em informações retiradas de sites renomados, CNN, New York Times e outros do gênero, tentaremos provar porque o facebook precisa de um novo hit.

Em Agosto de 2010 o facebook introduziu o “places”. Para quem não conhece, consiste em atualizações que geram post utilizando o local que você se encontra. Ele age como um compartilhador de posicionamento. Foursquare, serviço pioneiro do gênero, acaba de passar a marca de 1 bilhão de posts. E olha que não tem tamanha quantidade de usuários como o facebook possui. Resumindo, ninguém usa o places do facebook com tamanha relevância.

Em outubro foi a vez do então revolucionário sistema de mensagens do facebook. Segundo o marketing gerado, tudo girava em torno da frase: “o sistema de email jamais será igual”. Bom, não foi bem assim que aconteceu meu caro Zuckerberg. A idéia principal era utilizar o serviço de mensagens do facebook como seu email. Todo usuário teria um email do facebook composto pelo usuário mais o @facebook.com, exemplo: lideman@facebook.com. Confuso? Sim… Agora me respondam: você já recebeu um email de alguém utilizando o @facebook.com ?? Mais um fracasso.

Em Abril, Mark prometeu revolucionar o mercado de compras em grupo online. Para competir com os principais do gênero, como líder absoluto Grupon e o LivingSocial. O facebook lançou o “Deals”. Muita gente nem sabe que isso existe, opa… existiu. Afinal durou apenas 4 semanas e foi descontinuado.

Mais um desastre. O Aplicativo para smarphones. Como você quer que usuários utilizem serviços de compartilhamento de fotos, locais e informação se o aplicativo para realizar tais funções encontra-se lento, ultrapassado e fálio? Sim, o facebook nunca lançou uma atualização de aprimoramento realmente relevante para seu aplicativo para smartphones. o Google+ já lançou inúmeras atualizações inclusive a última possibilita a conferência em vídeo. Lembrando que o facebook também fracassou nesse quesito com seu sistema de chat em vídeo em parceria com o Skype. É simples, no software do Skype você tem muuuuito mais recursos, incluindo a conversa em grupo não existente no serviço do facebook.

Os últimos recursos do facebook incluem a possibilidade de seguir os comentários e atividades de um usuário sem necessitar ser amigo dele, o famoso “subscribe”. Vejo isso sem muita utilidade. Geralmente quem tem facebook usa em paralelo o Twitter, que oferece um serviço de uma maneira mil vezes mais simples. Além do mais, todos nós sempre recebemos as informações de nossos amigos em nossa página inicial de acompanhamento.

Agora o pior de todos eles. Políticas de Privacidade. Depois de ter gerado muita controvérsia no passado, o facebook apresentou grandes melhorias em sua política de privacidade. Três meses atrás, sua política de privacidade era confusa mais funcionava. Recentemente o facebook mudou toda ela novamente, gerando muitas dúvidas e controvérsias. Anteriormente o sistema estava confuso mas depois de perder uma hora lendo e fuçando, você conseguia liberar  e bloquear dados da maneira mais conveniente para você. Hoje, ele está bem mais confuso e limitado. Uma falha que tem gerado discussão são as tags. Aparentemente não é possível fazer com que somente as pessoas que foram “tagueadas” e nossos amigos vejam a foto ou conteúdo. Quando você da “tag” em alguém, todos os amigos dessa pessoa podem ver o conteúdo. Para evitar isso você tem que dar “tag” exclusividade para somente a pessoa “tagueada” ver, mas aí o conteúdo não pode ser visto no seu mural. MEU DEUS!! Tão confuso que não consigo nem explicar direito.

Mark Zuckerberg sempre disse que não estaria disposto a ouvir o que os usuários tem a dizer. Ele sempre correu para frente e acreditou no que seria melhor. O que Mark esqueceu é que o facebook deixou de ser um desafio. Agora tornou-se uma coisa séria e sempre crescente. Poderosos como o Google estão sendo subjugados a todo instante. Todos procuram uma fatia do bolo e Mark tem que ficar atendo para pegar a fatia maior. Google+ não veio a toa, nada veio a toa. O Facebook precisa de uma nova idéia, um novo hit, precisa voltar a revolucionar. Até então, o facebook parece uma menina desconsolada que tentar copiar os outros em uma constante corrida para não ficar para trás. Parece ter dificuldade em simplesmente criar o básico.

Anúncios

Norte-americano escapa da prisão graças ao Facebook

novembro 12, 2009

Rodney Bradford deve sua vida ao Facebook. Foi por causa de uma atualização em seu perfil na rede social que o norte-americano deixou de ser suspeito em uma acusação de assalto.

Tudo começou quando Bradford foi detido em sua casa um dia depois do tal roubo. Foi aí que Robert Reuland, seu advogado de defesa, disse que uma atualização do Facebook tinha sido feita exatamente na hora do assalto.

Segundo o New York Times, a promotora Lindsay Gerdes intimou o Facebook para verificar se a frase “Where´s my pancakes”, postada por Bradford, foi feita em um computador no Harlem, residência do pai do acusado.

A informação foi confirmada pela rede social e o Facebook serviu de álibi para livrar Bradford, que ainda enfrenta uma acusação de roubo com arma, da prisão. O norte-americano, de 19 anos, ficou conhecido como Facebook Kid.


Não é mais preciso comprar ingressos para assistir shows musicais!!

novembro 11, 2009

Não é mais preciso ter que comprar ingresso para assistir a shows musicais. O site Billboardlive traz apresentações de artistas famosos como Alicia Keys e Usher e da banda Daughtry que podem ser vistas gratuitamente pela internet.

Alguns shows podem ser assistidos ao vivo. Para isso, basta entrar no site na hora da apresentação. Os fãs ainda podem escolher entre cinco ângulos diferentes de câmera para assistir ao show completo. O endereço ainda permite que os visitantes utilizem o Twitter e o Facebook sem precisar sair da página e há um aplicativo para iPhone que permite acompanhar o concerto.

De acordo com o fundador do Billboardlive, Michael Williams, o objetivo é “reconectar os artistas com seus fãs de graça”. Outros shows ainda serão anunciados.

G1


Buscadores, portais e comunidades são os sites mais acessados no Brasil

novembro 4, 2009

Segundo relatório do Ibope Nielsen Online, cerca de 33,7 milhões de usuários acessaram sites de buscadores, portais e comunidades, tornando-se os sites com maior audiência entre os brasileiros no mês de setembro de 2009. Além disso, os brasileiros gastaram mais de 6h40min no mês.

Porém, a categoria Comunicações/Serviços de Internet foi a que fez usuários ficarem mais tempo online, com 9h38min por pessoa. Em termos de audiência, ficou em segundo, com 33,4 milhões de acessos. Na comparação com o mês de agosto, sites de previsão do tempo, de fabricantes de automóveis, gastronomia, estilo de vida, empréstimos, corretoras de investimentos e livros houve um crescimento de audiência.

Já sites da categoria “Ocasiões Especiais” e “Informações Corporativas” tiveram uma queda de acesso em relação ao mês anterior.

Segundo José Calazans, analista de mídia do Ibope, os sites de livros e automóveis foram os que mais cresceram. “Em três meses, a audiência de sites de livros cresceu 13% e a dos sites de montadoras aumentou 21%”, disse.


Microsoft muda página do MSN

novembro 4, 2009

A Microsoft está renovando a página do MSN. A versão beta do site pode ser vista aqui e marca a maior mudança no endereço em anos.

A diferença mais notável é a limpeza na página – mais da metade dos links existentes na versão anterior sumiram. Agora, há cinco menus principais que cobrem entretenimento, notícias, esportes, estilo de vida e finanças.

A nova página está intimamente integrada ao Bing, o que pode contribuir para o crescimento da participação do buscador no mercado. Há, também, integração com os feeds de Twitter e Facebook, para que usuários não tenham que sair da página para atualizar status ou tweets.

Além disso, há uma nova seção chamada MSN Local Edition, que fornece informações sobre eventos e serviços locais. A nova versão da página do MSN deve estar disponível nos Estados Unidos em 2010.


Twitter vira alvo de phishing

outubro 29, 2009

O Twitter está sendo alvo de phishing e, por meio de mensagens falsas, usuários maliciosos solicitam a senha de alguns perfis.

No entanto, segundo aviso do perfil Spam Twitter, o microblog não solicita a senha por e-mail nem por Direct Messages e alertou os usuários quanto ao risco de phishing, técnica em que o hacker se utiliza de nomes de empresas verdadeiras para enganar os internautas.

No e-mail fraudulento recebido pelos usuários, um link redireciona para uma página com a mesma aparência do Twitter. Ao digitar a senha, a vítima se conecta em um blog falso.

Segundo matéria do El País, as páginas do blog, chamado de NetMeg99, não possuem códigos ou programas maliciosos. O interesse do hacker é apenas obter a senha dos perfis para enviar spams em seu nome.


Como anda nossa rede?

outubro 15, 2009

Você sabia que o Google é responsável por 6% de toda conexão existente no mundo? Sim um número impressionante.

O relatório, feito pela empresa Arbor Networks em parceria com a Universidade de Michigan, analisou durante dois anos conteúdo e dados de 110 provedores do mundo, e afirmou que todos os sites do Google são responsáveis por esse número.

O mais interessante é que apenas 30 empresas controlam o tráfico global. Sendo elas, o Google (é claro :D) o facebook e a Microsoft.