Facebook precisa de um “Hit”!

setembro 22, 2011

Em relação ao lucro e a quantidade de usuários que estão inseridos e sendo inseridos com o passar do tempo, Mark Zuckerberg não precisa se preocupar. Com mais de 750 milhões de usuário, e com estimativas de lucros de 4 bilhões, maioria vindo de anúncios, financeiramente o facebook continua bem forte. O que quero dizer é outra coisa. Baseado em informações retiradas de sites renomados, CNN, New York Times e outros do gênero, tentaremos provar porque o facebook precisa de um novo hit.

Em Agosto de 2010 o facebook introduziu o “places”. Para quem não conhece, consiste em atualizações que geram post utilizando o local que você se encontra. Ele age como um compartilhador de posicionamento. Foursquare, serviço pioneiro do gênero, acaba de passar a marca de 1 bilhão de posts. E olha que não tem tamanha quantidade de usuários como o facebook possui. Resumindo, ninguém usa o places do facebook com tamanha relevância.

Em outubro foi a vez do então revolucionário sistema de mensagens do facebook. Segundo o marketing gerado, tudo girava em torno da frase: “o sistema de email jamais será igual”. Bom, não foi bem assim que aconteceu meu caro Zuckerberg. A idéia principal era utilizar o serviço de mensagens do facebook como seu email. Todo usuário teria um email do facebook composto pelo usuário mais o @facebook.com, exemplo: lideman@facebook.com. Confuso? Sim… Agora me respondam: você já recebeu um email de alguém utilizando o @facebook.com ?? Mais um fracasso.

Em Abril, Mark prometeu revolucionar o mercado de compras em grupo online. Para competir com os principais do gênero, como líder absoluto Grupon e o LivingSocial. O facebook lançou o “Deals”. Muita gente nem sabe que isso existe, opa… existiu. Afinal durou apenas 4 semanas e foi descontinuado.

Mais um desastre. O Aplicativo para smarphones. Como você quer que usuários utilizem serviços de compartilhamento de fotos, locais e informação se o aplicativo para realizar tais funções encontra-se lento, ultrapassado e fálio? Sim, o facebook nunca lançou uma atualização de aprimoramento realmente relevante para seu aplicativo para smartphones. o Google+ já lançou inúmeras atualizações inclusive a última possibilita a conferência em vídeo. Lembrando que o facebook também fracassou nesse quesito com seu sistema de chat em vídeo em parceria com o Skype. É simples, no software do Skype você tem muuuuito mais recursos, incluindo a conversa em grupo não existente no serviço do facebook.

Os últimos recursos do facebook incluem a possibilidade de seguir os comentários e atividades de um usuário sem necessitar ser amigo dele, o famoso “subscribe”. Vejo isso sem muita utilidade. Geralmente quem tem facebook usa em paralelo o Twitter, que oferece um serviço de uma maneira mil vezes mais simples. Além do mais, todos nós sempre recebemos as informações de nossos amigos em nossa página inicial de acompanhamento.

Agora o pior de todos eles. Políticas de Privacidade. Depois de ter gerado muita controvérsia no passado, o facebook apresentou grandes melhorias em sua política de privacidade. Três meses atrás, sua política de privacidade era confusa mais funcionava. Recentemente o facebook mudou toda ela novamente, gerando muitas dúvidas e controvérsias. Anteriormente o sistema estava confuso mas depois de perder uma hora lendo e fuçando, você conseguia liberar  e bloquear dados da maneira mais conveniente para você. Hoje, ele está bem mais confuso e limitado. Uma falha que tem gerado discussão são as tags. Aparentemente não é possível fazer com que somente as pessoas que foram “tagueadas” e nossos amigos vejam a foto ou conteúdo. Quando você da “tag” em alguém, todos os amigos dessa pessoa podem ver o conteúdo. Para evitar isso você tem que dar “tag” exclusividade para somente a pessoa “tagueada” ver, mas aí o conteúdo não pode ser visto no seu mural. MEU DEUS!! Tão confuso que não consigo nem explicar direito.

Mark Zuckerberg sempre disse que não estaria disposto a ouvir o que os usuários tem a dizer. Ele sempre correu para frente e acreditou no que seria melhor. O que Mark esqueceu é que o facebook deixou de ser um desafio. Agora tornou-se uma coisa séria e sempre crescente. Poderosos como o Google estão sendo subjugados a todo instante. Todos procuram uma fatia do bolo e Mark tem que ficar atendo para pegar a fatia maior. Google+ não veio a toa, nada veio a toa. O Facebook precisa de uma nova idéia, um novo hit, precisa voltar a revolucionar. Até então, o facebook parece uma menina desconsolada que tentar copiar os outros em uma constante corrida para não ficar para trás. Parece ter dificuldade em simplesmente criar o básico.

Anúncios

The Sims Social – Estréia

agosto 22, 2011

Todo mundo já sabia que mais cedo ou mais tarde serial lançada uma versão do então famoso game The Sims. Ela veio meio que de surpresa e foi distribuída no final da semana passada. O jogo que mais vendeu de todos os tempos, mais de 100 milhões de cópias finalmente chega a versão do facebook.

Provavelmente, você que é um ativo utilizador do Facebook já deve ter percebido a grande movimentação causada pelo jogo. Já deve estar vendo vários usuários postando prêmios obtidos e tudo mais. Isso não deixa de ser uma estratégia para chamar a atenção de outros usuários e na divulgação do jogo.

Sobre o game: ele é muito bem feito e utiliza o flash como plataforma. Sim o flash ainda não morreu e e acredito que não esteja tão perto disso. Para quem conhece o jogo, ele é bem semelhante com o do computador, mas ele oferece um plano melhor de missões. Se você cansava de The Sims e não sabia mais o que fazer… isso mudou um pouco, agora você tem algumas missões para realizar. Cada missão realizada vai habilitando novos ítens e liberando dinheiro. Ele é bem interativo e muito rápido. Algumas missões iniciais consistem no envio de convites, fazer novos amigos, visitar casas de novas amigos, ou seja, o game tenta ser o mais social possível. Uma coisa que eu esperava era a interação em tempo real. Na verdade ela existe indiretamente… você pode mandar presentes, ítens, para seus amigos, pode visita-los. Mas uma coisa que faltou foi a interação live. Quando você visita seu amigo, um personagem dele é gerado, mas esse personagem é virtual… ou seja, seu amigo do outro lado sabe que você fez uma visita mas não pode interagir com você ao vivo. Fora isso o game pode ser um grande sucesso. Os desenvolvedores estão desenvolvendo mais funções e itens todos os dias. Eu que não sou muito fã de jogar esses jogos até que gostei desse.


Facebook fora do ar dia 5 de novembro

agosto 11, 2011

Muitos ainda não conhecem, mas tem um pessoalzinho muito bom que anda causando problemas sérios no mundo online. Estou me referindo ao grupo #Anonymous. Grupo de hackers espalhados por todo o globo que visa em formas de protesto online, muitas vezes bem sérios e criminosos. Visam acabar com imposições de governos, prejudicar multinacionais de grande influência, etc.

Para se ter uma idéia, o grupo foi responsável pelo ataque a rede Online da Sony. Especificamente a PlayStation Network. Tal ataque roubou dados de milhões de usuários, como dados pessoais e cartões de créditos.

Dia 5 de novembro foi a data escolhida para derrubar o site da rede social Facebook. Segundo eles o site possui muitas informações sobre a população e vende tais dados para o governo por quantias inimagináveis. Em forma de protesto eles prometem derrubar o site. A data foi escolhida em homenagem ao personagem principal, Guy Fawkes, dos quadrinhos do “V de Vingança”. Nessa data, Fawkes é lembrado por integrantes do Anonymous no uso da máscara característica apresentada na série.

Vários post no twitter: @anonops mostram a revolta do grupo. “Tudo o que o usuário faz no Facebook fica na rede social, independentemente das configurações de privacidade”, e que “deletar a conta é impossível, pois os dados ficam armazenados no Facebook”. “O Facebook sabe mais sobre você do que sua família”, dizem eles.


Facebook Messenger

agosto 11, 2011

Após comprar Beluga, empresa que ja tinha desenvolvido alguns softwares de mensagens para smartphone, o Facebook anunciou mais um de seus serviços. Trata-se do Messenger. O que me espanta é o jogo de marketing que a empresa faz para pouca coisa…

O aplicativo, seguindo a moda de todos os apps desenvolvidos go gênero, tem a simplesmente função de enviar mensagens rápidas. Mas isso já não tinha no aplicativo do Facebook?? Claro que tinha… Bom, o aplicativo permite envio de imagens, conversar com seus contatos via texto e conversas em grupos podendo compartilhar novidades. Fora isso não têm nada de novo.

Acho que o Facebook precisa realmente lançar algo inovador. Ele sempre parece estar correndo contra o tempo e lançando aplicativos que já existem faz tempo no mercado das Apps Stores.


Randi Zuckerberg deixa o Facebook

agosto 4, 2011

Não você não leu errado, estamos mesmo falando de um dos membros da família Zuckerberg. Depois de seis anos como diretora geral de Marketing do Facebook, Randi, irmã de Mark, resolve abandonar o cargo para montar seu próprio negócio.

Teve função significativa no facebook, ajudando quebrar a barreira conservadora existente no modelo de marketing online adotado pela empresa. Participou de várious outros projetos internos como melhorias, consultoria de navegação, eventos de promoção e o atual Facebook Live, sistema de vídeo conferência.

O que ela vai fazer? Bom, ela disse isso: “meu sucesso será voltado para criação de minha própria companhia que inovará maneiras de programação visando levar os clientes a uma nova maneira em integração social”, então ta bom… Ainda afirmou que o facebook será um elemento central em todos os futuros projetos que serão realizados por ela.


Botão “Dislike” no Facebook

julho 22, 2011

Muitos sabem que a razão do sucesso do facebook foi com o botão “like” ou em português “curtir”. O botão é tão importante que é utilizado bilhões de vezes somente em um dia.

Um grupo de jovens revoltados e casados de ver lixo espalhados pelo “wall” resolveram criar uma extensão para praticamente todos os browsers: Chrome, Safari e Firefox. Trata-se do botão “dislike” ou “não curti”. Ele aparece do lado do botão original “like” do facebook. Se alguém postar lixo e você quer dar uma dica a quem postou que o conteúdo não agradou, então o plugin pode ajudar você. O problema é que somente pessoas com a extensão instalada pode ver os comentários.

Será que o facebook criará futuramente algo parecido? Deixe seus comentários.


Google+, Opinião TheGeekers [Atualizado]

julho 12, 2011

Finalmente tivemos acesso ao tal Google+. Rede social que promete revolucionar o mercado e entrar como forte concorrente do facebook. Sim, pode ser que na teoria seja a coisa mais certa a se dizer, mas quando tivemos acesso a rede social, confesso que não vejo o Google+ tão vitorioso assim.

A interface tem um design bem trabalhado, bem parecido com o novo modelo do Gmail. Mas tem ausência de funções. Ainda não consegui enviar mensagens privadas entre meus contatos. Se é que isso é possível. Vejam a imagem do profile:

São muito vagas as opções… Apenas a tal função de “circles”, integração com Buzz, funcionam bem. Sem contar que as informações sobre o “profile” são bem curtas. Ainda não testamos a integração com vídeo, apenas a conversa de chat, essa que é idêntica a do gmail.

Bom, apenas um post rápido, o Google ainda precisa melhorar e muito para chegar aos pés do rival facebook. Confesso que estava preocupado, mas analisando de perto, agora entendo a calmaria de Mark Zuckerberg (CEO do facebook).

Quem tiver interesse, podemos dar um jeito de mandar um convite!! Postem para requisitar !