Facebook precisa de um “Hit”!

Em relação ao lucro e a quantidade de usuários que estão inseridos e sendo inseridos com o passar do tempo, Mark Zuckerberg não precisa se preocupar. Com mais de 750 milhões de usuário, e com estimativas de lucros de 4 bilhões, maioria vindo de anúncios, financeiramente o facebook continua bem forte. O que quero dizer é outra coisa. Baseado em informações retiradas de sites renomados, CNN, New York Times e outros do gênero, tentaremos provar porque o facebook precisa de um novo hit.

Em Agosto de 2010 o facebook introduziu o “places”. Para quem não conhece, consiste em atualizações que geram post utilizando o local que você se encontra. Ele age como um compartilhador de posicionamento. Foursquare, serviço pioneiro do gênero, acaba de passar a marca de 1 bilhão de posts. E olha que não tem tamanha quantidade de usuários como o facebook possui. Resumindo, ninguém usa o places do facebook com tamanha relevância.

Em outubro foi a vez do então revolucionário sistema de mensagens do facebook. Segundo o marketing gerado, tudo girava em torno da frase: “o sistema de email jamais será igual”. Bom, não foi bem assim que aconteceu meu caro Zuckerberg. A idéia principal era utilizar o serviço de mensagens do facebook como seu email. Todo usuário teria um email do facebook composto pelo usuário mais o @facebook.com, exemplo: lideman@facebook.com. Confuso? Sim… Agora me respondam: você já recebeu um email de alguém utilizando o @facebook.com ?? Mais um fracasso.

Em Abril, Mark prometeu revolucionar o mercado de compras em grupo online. Para competir com os principais do gênero, como líder absoluto Grupon e o LivingSocial. O facebook lançou o “Deals”. Muita gente nem sabe que isso existe, opa… existiu. Afinal durou apenas 4 semanas e foi descontinuado.

Mais um desastre. O Aplicativo para smarphones. Como você quer que usuários utilizem serviços de compartilhamento de fotos, locais e informação se o aplicativo para realizar tais funções encontra-se lento, ultrapassado e fálio? Sim, o facebook nunca lançou uma atualização de aprimoramento realmente relevante para seu aplicativo para smartphones. o Google+ já lançou inúmeras atualizações inclusive a última possibilita a conferência em vídeo. Lembrando que o facebook também fracassou nesse quesito com seu sistema de chat em vídeo em parceria com o Skype. É simples, no software do Skype você tem muuuuito mais recursos, incluindo a conversa em grupo não existente no serviço do facebook.

Os últimos recursos do facebook incluem a possibilidade de seguir os comentários e atividades de um usuário sem necessitar ser amigo dele, o famoso “subscribe”. Vejo isso sem muita utilidade. Geralmente quem tem facebook usa em paralelo o Twitter, que oferece um serviço de uma maneira mil vezes mais simples. Além do mais, todos nós sempre recebemos as informações de nossos amigos em nossa página inicial de acompanhamento.

Agora o pior de todos eles. Políticas de Privacidade. Depois de ter gerado muita controvérsia no passado, o facebook apresentou grandes melhorias em sua política de privacidade. Três meses atrás, sua política de privacidade era confusa mais funcionava. Recentemente o facebook mudou toda ela novamente, gerando muitas dúvidas e controvérsias. Anteriormente o sistema estava confuso mas depois de perder uma hora lendo e fuçando, você conseguia liberar  e bloquear dados da maneira mais conveniente para você. Hoje, ele está bem mais confuso e limitado. Uma falha que tem gerado discussão são as tags. Aparentemente não é possível fazer com que somente as pessoas que foram “tagueadas” e nossos amigos vejam a foto ou conteúdo. Quando você da “tag” em alguém, todos os amigos dessa pessoa podem ver o conteúdo. Para evitar isso você tem que dar “tag” exclusividade para somente a pessoa “tagueada” ver, mas aí o conteúdo não pode ser visto no seu mural. MEU DEUS!! Tão confuso que não consigo nem explicar direito.

Mark Zuckerberg sempre disse que não estaria disposto a ouvir o que os usuários tem a dizer. Ele sempre correu para frente e acreditou no que seria melhor. O que Mark esqueceu é que o facebook deixou de ser um desafio. Agora tornou-se uma coisa séria e sempre crescente. Poderosos como o Google estão sendo subjugados a todo instante. Todos procuram uma fatia do bolo e Mark tem que ficar atendo para pegar a fatia maior. Google+ não veio a toa, nada veio a toa. O Facebook precisa de uma nova idéia, um novo hit, precisa voltar a revolucionar. Até então, o facebook parece uma menina desconsolada que tentar copiar os outros em uma constante corrida para não ficar para trás. Parece ter dificuldade em simplesmente criar o básico.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: